Minhas férias na Disney: Epcot

O Epcot é um parque mais cultural, onde tem os pavilhões de vários países que contam a sua história e lojinhas que vendem produtos específicos daqueles países.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

É um parque bem grande e que pode ser bastante cansativo para as crianças. Tem poucos brinquedos legais, a maioria é bem antiga. Mas ele passará por reformas em breve e já sabemos que um novo pavilhão, o da Espanha, será construído.

Além disso, acontecem vários eventos por lá durante todo o ano. Os mais conhecidos são o Flower & Garden que acontece entre fevereiro e maio e o Food & Wine que acontece entre agosto e novembro. As duas ultimas vezes que eu fui a Disney {2010 e 2017} estava acontecendo o Food &Wine.

O Festival Food & Wine é bem legal. Tem várias barraquinhas com atrações culturais de vários países {e não só dos que tem pavilhão} e utras que vendem comida típica. É super legal e você pode provar comidas de vários países, as porções são pequenas. Eu e o Renato adoramos a experiência, apesar de não termos conseguido comer muito, mas achamos que valeu super a pena.

Eu estava há uns 40 dias fora do Brasil já e louca para comer pão de queijo. Fui la na barraquinha do Brasil e me esbaldei.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Como este parque não tem muitas atrações legais, nós gostamos mesmo da parte dos pavilhões dos países, só fomos em 3 delas: Soarin’, Mission: Space e Meet Disney Pals at the Epcot Character Spot, que foram as 3 que a gente marcou o fastpass. Claro que tem outras atrações que são legais, mas realmente a gente queria mesmo era aproveitar a parte dos países e o Food & Wine Festival.

Chegamos e fomos direto para o nosso primeiro fastpass que era o Soarin’. Ele é um simulador de asa-delta, onde você voa por vários lugares dos mundo, inclusive por Foz do Iguaçu e o  Rio aqui no Brasil. Eu adoro! E super leve, crianças podem ir, mas não é radical. Não esperem muitas emoções.

De lá fomos para a loja da Coca-Cola que tem lá dentro. Tem refrigerantes da Coca de vários países diferentes e a gente provou todos. É muito legal! Tem uns bem gostosos e diferentes e outros horríveis. O Brasil é representado pelo Guaraná Kuat!.

Depois começamos a andar pelos pavilhões dos países, já que nossos outros fastapass eram para o período da tarde.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Pavilhão da Noruega

Nos pavilhões há também os personagens da Disney daquele país para você tirar foto, mas as filas costumam ser muito grandes.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Pavilhão da China

O pavilhão da China e do Japão são os mais bonitos, na minha opinião. Super trabalhados, com uma decoração muito legal.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Pavilhão do Japão

O pavilhão do Marrocos também é bem interessante e tem um verdadeiro bazar lá dentro. eu nunca fui no Marrocos, mas pelo que vejo na TV, me senti andando pelas ruas de lá.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Pavilhão do Marrocos

Nós escolhemos almoçar no pavilhão da Itália e comemos uma pizza bem gostosa na Via Napoli Ristorante e Pizzeria. A pizza individual custa $18.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Pavilhão da Italia ao fundo

De sobremesa, fomos para França, no L’Artisan des Glaces. Lá, eu comi dois macarons e também tomei um sorvete de vanilla {$4,69 – uma bola}. Já o Renato, escolheu um sanduíche de macaron e sorvete, os dois de chocolate {$4,69}. Esse é imperdível! Estava delicioso!

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Macarons de chocolate e de framboesa

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Sorvete de vanilla

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Sanduiche de macarron com sorvete, ambos de chocolate.

Começou a chover e nós voltamos para perto do Epcot Character Spot que era o nosso próximo fastpass. Nesta atração, você encontra os principais personagens da Disney {Mickey, Minnie, Pateta} para tirar fotos com eles.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

E de lá, seguimos para o Mission: Space!. Essa atração tem duas opções, uma mais forte e outra mais fraca. Nós escolhemos a mais fraca. Eu não curto muito essa atração, em geral, saio com dor de cabeça e enjoada porque ela chacoalha demais. É beeem antiga e o espaço que ficamos lá dentro é minúsculo. Se você tem claustrofobia, não vá!

Passamos o resto do dia andando pelos pavilhões e aproveitando o festival. A noite, assistimos o show de fogos de encerramento no lago. Eu acho bem bonito, mas o do Magic Kingdom é mais emocionante.

É um parque bem grande e cansativo porque a gente anda bastante e é todo aberto. Se tiver sol, você estar com o sol na cabeça durante todo o dia, deixando ainda mais cansativo. Quando nós fomos, choveu um pouco no meio da tarde, mas foi bem tranquilo. Dessa vez, a gente tinha levado a nossa capa de chuva.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Para quem vai com crianças, recomendo muito o roteiro da Andreza do Blog Andreza Dica e Indica. Ela tem roteiros específicos para as atrações para crianças e quais o fastpass devem ser agendados para elas.

Para os pais com crianças pequenas que não podem ir aos brinquedos {todos eles tem uma altura mínima, para cada brinquedo, tem uma altura específica}, tem o child swap. Apenas um dos pais pega a fila, o outro fica em uma sala de espera reservada. Quando um voltar, o outro pode ir sem pegar a fila outra vez. Super facilidade para famílias com crianças.

estacionamento custa $20 por dia, em qualquer parque da Disney. Lembrando que você se você mudar de parque, é só mostrar o comprovante do primeiro estacionamento que você usou, que não precisa pagar novamente.

Uma coisa legal que fizemos, foi comprar comidinhas em quase todos os pavilhões para provar em casa depois. Fizemos  esse vídeo provando cada um e contando o que a gente achou.

Gostaram?! Espero que ajude a planejarem bem a viagem de vocês!

Beijos!

 

Faça um comentário

Comentários