Cinema & Pipoca: A Bela e a Fera

Aproveitei que estava em São Paulo esse fim de semana para ir assistir A Bela e a Fera. Sim, eu sou apaixonada pela estória e mais ainda pela música, tanto que foi a música escolhida para as minhas daminhas e pajens entrar na igreja. Como eu poderia deixar de assistir o filme/musical? Jamais, né?!

Vamos começar pela sinopse: “Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela {Emma Watson} tem o pai capturado pela Fera {Dan Stevens} e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.”

Antes de ir, vocês precisam saber que o filme é um musical. Sim, ele é cantado do início ao fim. Ou seja, se você não curte musical, tem grandes chances de não curtir o filme. Eu já contei aqui que não são todos os musicais que me agradam, mas até hoje não assisti nenhum da Disney que eu não gostasse, seja teatro ou cinema. Amo todos!

A Emma Watson faz a Bela e eu gostei muito. Ela não é a cantora perfeita, mas achei que cumpriu bem o seu papel. Dan Stevens também está  em como a Fera. Mas os personagens do castelo, o Luminere, o Cogsworth, Sra Potts e Zip são incríveis. Inclusive acho que eles até apagam um pouco da Fera.

O destaque especial é para os figurinos e efeitos. Os figurinos da Bela são lindos e os efeitos tantos dos personagens do castelo como da Fera são perfeitos. Ah, e claro, o castelo também é maravilhoso.

A estoria é bem fiel ao desenho, porém com mais cenas. O filme é longo, umas 2h e em alguns momentos achei meio enrolado, mas no geral eu gostei bastante e quem gosta do desenho, não pode deixar de ver.

Quem já foi assistir? Gostaram?

Beijos

Cinema & Pipoca: La La Land – Cantando as estações

Estava em SP até ontem e aproveitei para ir ao cinema sábado para assistir La La Land – Cantando as Estações. Além disso, o filme bateu o recorde de prêmios no Globo de Ouro e ontem saíram as indicações para o Oscar e o filme teve 14 indicações, se igualando a Titanic! Ou seja, vamos falar dele por aqui hoje, né?!

LaLaLand_

Tenho algumas coisas para falar sobre o filme, mas vamos começar pela sinopse: Ao chegar em Los Angeles o pianista de jazz Sebastian (Ryan Gosling) conhece a atriz iniciante Mia (Emma Stone) e os dois se apaixonam perdidamente. Em busca de oportunidades para suas carreiras na competitiva cidade, os jovens tentam fazer o relacionamento amoroso dar certo enquanto perseguem fama e sucesso.

Primeira coisa, se você não gosta de musical ou tem certo preconceito com esse tipo de filme, muito provavelmente que você não goste. Eu gosto mais de musicais em teatro do que no cinema, mas amos alguns filmes desse estilo e outros não consegui nem terminar de ver, como Mamma Mia. Porém, eu AMEI La La Land! Saí do cinema já querendo assistir de novo. É incrível!

Mia trabalha em um café e sonha sem ser atriz. Está sempre fazendo testes. Sebastian, apaixonado por jazz, chega a Los Angeles e encontra Mia, na cafeteria em que ela trabalha. A partir daí, os caminhos deles se cruzam algumas vezes e haja emoção. Vou parar por aqui para não dar muitos spoilers. Mas vale muito a pena assistir!

Emma Stone está simplesmente perfeita nesse papel. Atua, canta e dança. O papel parece ter sido feito para ela. Eu mal piscava quando ela aparecia na telona. Eu não assisti aos outros filmes que estão concorrendo ao Oscar como melhor atriz, mas eu acho que ela bem merece levar essa estatueta. Estava impecável.

Ryan Gosling também está super bem no filme, mas não sei se ele leva a estatueta do Oscar. Ainda preciso assistir os outros filmes para saber.

E amei a trilha musical do filme e acho sim que eles devem levar essa estatueta. Me emocionei com várias músicas e meu marido já até baixou a playlist do filme no Spotify. Sim, ele também achou o filme maravilhoso. Porém, ele ama musicais.

O figurino retrô e româmtico é muito incrível. Eu voltei la nos anos 60 e meus olhos brilharam com aqueles vestidos em modelo evasê, midi e coloridos. Uma coisa bem vintage. Para os amantes deste tipo de look vai se deliciar assistindo o filme, mesmo que não goste de musicais. Os looks estão de encher os olhos!

Sim, pelo que vocês podem perceber eu me tornei uma fã do filme e da Emma Stone. Eu ri e me emocionei o filme inteiro. A Emma consegue ir da alegria a tristeza passando pela angustia e te faz sentir tudo junto com ela. Eu já gostava muito dela, mas ela me surpreendeu ainda mais nesse filme. Vão assistir, sério! E se você tem preconceito com o estilo musical, se permita assistir, mas de coração aberto. Acho que você também vai gostar. Vou deixar o trailler com um gostinho de quero mais para vocês:

 

Quem já assistiu? O que acharam?

Beijos

Cinema & Pipoca: O Menino do Pijama Listrado

Fim de semana chegando e quem não gosta de assistir um filme em casa, no sábado ou no domingo, né?!

Eu sei que esse filme, O Menino do Pijama Listrado, é bem antigo, a maioria das pessoas já assistiram, mas eu ainda não tinha assistido. Também não sei porque ainda não tinha assistido, mas resolvi assistir esses dias e me emocionei mais uma vez com a história. Eu já tinha lido o livro e como contei aqui no blog, morri de chorar!

Então se você é como eu e ainda não assistiu esse filme, vem ver porque eu indico!

Vou começar pela sinopse: Alemanha, Segunda Guerra Mundial. O menino Bruno (Asa Butterfield), de 8 anos, é filho de um oficial nazista (David Tewlis) que assume um cargo importante em um campo de concentração. Sem saber realmente o que seu pai faz, ele deixa Berlim e se muda com ele e a mãe (Vera Farmiga) para uma área isolada, onde não há muito o que fazer para uma criança com a idade dele. Os problemas começam quando ele decide explorar o local e acaba conhecendo Shmuel (Jack Scanlon), um garoto de idade parecida, que vive usando um pijama listrado e está sempre do outro lado de uma cerca eletrificada. A amizade cresce entre os dois e Bruno passa, cada vez mais, a visitá-lo, tornando essa relação mais perigosa do que eles imaginam.”

o-menino-do-pijama-listrado

Como eu já tinha contado quando li o livro, me encantei com Bruno. No filme, os atores que fazem os personagens Bruno e Shmuel também são muito cativantes.

O filme é bem fiel ao livro. Conforme as cenas foram acontecendo, eu fui lembrando de cada página que eu tinha lido. Porém, o livro é muito mais discreto quando se trata do Holocausto, do Nazismo. Essas palavras não são ditas no livro, é tudo muito velado, mas nada que nós que já conhecemos a história não reconhecemos. Já o filme, o assunto é mais aberto, porém não é violento. Mas podemos ver bandeiras com as suásticas, o campo de concentração e até a câmara de gás.

Pode ser que você considere alguma parte daqui pra frente como spoiler

——————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————

No livro, o final é sub-ententido, no filme ele é bem retratado. Conseguimos saber exatamente o que acontece. E nem por isso, foi mais chocante que o livro. Mesmo o livro não contando com todas as palavras, de forma bem explícita, nós conseguimos terminar o livro e saber exatamente como é o final dos personagens.

——————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————–

Spoiler acaba aqui!

Se você também gosta bastante do filmes com a temática das guerras mundiais, com certeza vai gostar muito deste. Mesmo que ele não seja uma história real, ele mostra como a história se passava nos olhos de dois meninos de 8 anos que estavam vivendo o momentos em situações opostas.

Vocês já assistiram? Gostaram? O que acharam?

Beijos