Um defeito? Ansiedade!

Quem nunca respondeu isso numa entrevista de emprego ou em uma conversa entre amigos? Grande parte das pessoas que eu conheço se consideram ansiosas. Já ouvi pessoas falarem que ansiedade é aflição, angústia, perturbação do espírito causada pela incerteza, encosto e não sei mais o que a incrível mente do ser humano é capaz de sugerir.

Mas o fato é que a ansiedade pode ser boa ou ruim, dependendo das circunstâncias ou intensidade. Digo isso porque a ansiedade estimula o indivíduo a entrar em ação, porém, em excesso, faz exatamente o contrário, paralisando. E se for o segundo caso, e não for tratado, pode tornar-se patológico, isto é, virar doença afetando mente e corpo.

As causas da ansiedade podem ser tão variadas e de intensidades tão diferentes que é difícil assegurar o motivo. Mas de forma geral, podemos dizer que está associada às experiências de vida. A diferença do medo para a ansiedade, é que o medo costuma ser por alguma situação externa e conhecida. Enquanto a ansiedade, costuma ser por algo intrínseco e desconhecido.

85b62d4a27ea43297eb1ab349b6e06c6_XL

Os transtornos de ansiedade, ou seja, quando de fato ela passa a ser considerada uma doença psicopatológica, tem sintomas claros e bastante diferentes daquele frio na barriga do primeiro encontro ou de uma entrevista de emprego. Ou no meu caso, de uma ida ao dentista. Alguns exemplos de sintomas:

  • Preocupações, tensões ou medos exagerados (a pessoa não consegue relaxar)
  • Sensação contínua de que um desastre ou algo muito ruim vai acontecer
  • Medo extremo de algum objeto ou situação em particular
  • Falta de controle sobre pensamentos, imagens ou atitudes, que se repetem independentemente da vontade

Fisicamente pode apresentar-se como palpitações no coração, sudorese e desconforto abdominal, entre outros.

É muito importante não subestimar a gravidade da situação, que pode piorar e virar outra doença física ou psíquica mais grave. Alguns exemplos de transtornos relacionados a ansiedade:

  • Transtorno de Ansiedade Generalizada
  • Transtorno ou Síndrome do Pânico
  • Fobia Social ou Transtorno de Ansiedade Social
  • Transtorno Obsessivo Compulsivo
  • Fobia Específica
  • Transtorno de Estresse Pós Traumático

ansiedade

Estes transtornos ou fobias podem atingir pessoas de ambos os sexos e quaisquer idades. O tratamento pode ser feito através de terapia com psicólogo e/ou medicação prescrita por um psiquiatra. O importante é sempre procurar a ajuda de um especialista. E sejam felizes!

Thais.

Comentar resposta para GiuliCastro Cancelar

Comentários

Comentários via blog

  1. GiuliCastro comentou em

    Que ivejinha, Ju! Hj eu to melhor, mas ainda assim, em algumas ocasioes, a ansiedade me pega…rs
    Beijos

    Responder
  2. renataepaula comentou em

    Ai eu sou muito ansiosa, ui que raiva!
    Beijinhos, Rê http://garotas-urbanas.com/

    Responder