3 séries para assistir

Este mês teve muitos feriados, o que me permitiu assistir algumas séries e hoje vou falar um pouquinho sobre elas: This is us, 13 Reasons WhyThe People v. O. J. Simpson: American Crime Story

This-is-us-serie

This is us não é uma série da Netflix, eu assisti pela Apple TV. Serão 54 episódios, divididos em 3 temporadas. Porém, até agora só tem a 1a temporada disponível e que eu já assisti inteirinha.

Me contive ao máximo aos fatos gerais para  não ter spoilers!

É uma historia de um grupo de pessoas que nasceram no mesmo dia, incluindo um casal esperando trigêmeos, um ator bonitão que está cansado da vida de solteirão cobiçado, uma menina que luta contra a balança e muito mais.

Assuntos que vivemos no nosso dia a dia como autoestima, doenças, perdas, perdão e superação são abordados na série. É uma série dramática, porém não é uma dramalhão. É um roteiro super envolvente, onde autor, diretor e atores estão super conectados. A produção é perfeita! A trilha sonora é linda, inclusive meu marido já está seguindo a playlist no Spotify.

Além de assuntos do nosso dia a dia, há representatividade na série: há personagens negros, pessoas acima do peso, homossexuais e pessoas que de alguma outra forma são consideradas fora dos padrões da sociedade. Impossível não ter empatia com essas pessoas, de não enxergar como essas pessoas tem um tratamento tão cruel na vida simplesmente por estar fora desse padrão.

Eu não consigo achar palavras tão maravilhosas para expressar o que eu acho dessa série! É incrível, é maravilhosa, é envolvente, é tudo de melhor. E mexe muito com a gente, com o ser humano que a gente é e com o que a gente pensa.

Recomendo muito que todos assistam essa série!

13-reasons-why

13 Reasons Why: todos os episódios da primeira temporada já estão disponíveis na Netflix. Essa série é muito pesada, com vários gatilhos e não indico para todo mundo. 

Me contive ao máximo aos fatos gerais para  não ter spoilers!

É a história de uma adolescente que deixa uma caixa com várias fitas cassete para um amigo {pelo qual ela tem uma paixão platônica} contando os 13 motivos do seu suicídio. Assuntos como depressão, bullying, machismo, homofobia, abuso sexual e suicídio são abordados durante toda a série.

Apesar de serem assuntos bem complexos e pesados, é uma série extremamente bem feita. A fotografia, trilha musical e os atores são muito bons. Claro que ela poderia ter menos de 13 episódios, alguns deles achei muito enrolados, mas no geral, eu gostei muito da série.

É uma série bem pesada, eu sonhei várias noites com ela. Então ela não deve mesmo ser assistida por qualquer um, principalmente por crianças ou ainda adolescentes que não foram instruídos anteriormente. Veja bem, não estou falando que são assuntos que não devam ser abordados com crianças, adolescentes ou em geral. Não acho que tratar esses assuntos como tabu é a melhor solução. Definitivamente não é! Porém, são assuntos muito delicados e que devem ser tratados como tal.

Ah, parece que vai ter segunda temprada! Vamos aguardar!

american-crime-story-o-j-simpson

The People vs. O. J. Simpson – American Crime Story: é uma série de uma única temporada de 10 episódios, disponível na Netflix.

Me contive ao máximo aos fatos gerais para  não ter spoilers!

A série mostra o julgamento do famoso jogador de futebol americano O.J. Simpson onde ele é acusado de matar a ex-mulher {mãe dos seus 2 filhos mais novos} e um amigo dela, na porta da casa dela. Este caso parou os EUA na época do julgamento final. O resultado do julgamento todo mundo sabe, afinal foi em 1995. Porém, a série retrata todo o julgamento,  processo e os bastidores.

Eu achei bem interessante e assisti praticamente em um único dia. Para quem gosta de séries nesse estilo, acho que vai gostar e eu recomendo. 

Ah, e não tem cenas fortes do crime. A única cena mais forte é quando o casal aparece morto e se não me engano é no 1o episódio e não passa muito de perto. Porém, não foi um cena que me impressionou. E olha que eu me impressiono bem fácil.

Vocês já  assistiram alguma delas? O que acharam? Ah, me indiquem séries! Estou acabando Girlboss!

Beijos

Eu li & Eu vi: A Garota no Trem

Se tem uma história que eu fiquei obcecada lendo o livro foi A Garota no trem. Devorei o livro em poucos dias e no dia que acabei o livro, enquanto não assisti o filme não sosseguei. O livro é muito fácil de ler, flui muito e quando você percebe você já leu muitas páginas, tipo metade do livro.

Não é um livro novo e o filme foi lançado em outubro do ano passado. Ou seja, não é nenhum lançamento, mas eu ainda não tinha lido o livro {estava super curiosa} e muito menos visto o filme. Pode ser que tenham mais pessoas como eu, então vamos as resenhas!

a-garota-no-trem-giuli-castro

Sinopse do livro: Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida.

Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.

a-garota-no-trem-giuli-castro

Sinopse do filme: Rachel é uma alcoólatra divorciada, desempregada e deprimida. Ela se envolve na investigação de desaparecimento de uma mulher que observava todos os dias pela janela do trem.

A partir daqui, pode conter spoiler no texto!

 

 

 

 

 

 

O livro e o filme são parecidos, a trama é a mesma. Porém, muitas diferenças são percebidas! No livro, toda a história acontece em Londres e região; já no filme, tudo acontece em Nova York e arredores. Mas essa mudança não interfere na trama.

Alguns personagens são apenas citados no livro, como a ex chefe de Tom.  Já no filme, Lisa Kudrow dá vida a personagem que aparecem em algumas poucas cenas. Cenas estas, como o encontro dela com Rachel no metro que não tem no livro. Isso também não é ruim, achei que foi uma boa inserção ao filme.

Porém, algumas cenas do livro como a que o Scott tranca a Rachel em um quarto em sua casa, não aparece no filme. Aliás, no filme, Scott está bem mais tranquilo em relação a Rachel em comparação ao livro. No livro, há várias passagens em que você desconfia sim que ele é o responsável pelo sumiço da sua esposa, Megan. Inclusive, nesses momentos em que ele é muito agressivo com Rachel. No filme, não tem isso.

Achei que no filme o suspense não é levado até o fim como no livro. O livro tem mais detalhes {isso é normal}, porém ele consegue deixar o suspense por mais tempo e te faz querer ler tudo muito rápido. De qualquer forma, o filme é muito bom. Se vocês tiverem a oportunidade de ler antes de ver o filme, aconselho muito! Porém, se você está muito curioso e não quer esperar para ler o livro, pode assistir o filme.

Eu assisti o filme na Apple TV e sei que tem já tem no NOW tb.

Já leram o livro ou viram o filme?

Beijos

Cinema & Pipoca: A Bela e a Fera

Aproveitei que estava em São Paulo esse fim de semana para ir assistir A Bela e a Fera. Sim, eu sou apaixonada pela estória e mais ainda pela música, tanto que foi a música escolhida para as minhas daminhas e pajens entrar na igreja. Como eu poderia deixar de assistir o filme/musical? Jamais, né?!

Vamos começar pela sinopse: “Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela {Emma Watson} tem o pai capturado pela Fera {Dan Stevens} e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.”

Antes de ir, vocês precisam saber que o filme é um musical. Sim, ele é cantado do início ao fim. Ou seja, se você não curte musical, tem grandes chances de não curtir o filme. Eu já contei aqui que não são todos os musicais que me agradam, mas até hoje não assisti nenhum da Disney que eu não gostasse, seja teatro ou cinema. Amo todos!

A Emma Watson faz a Bela e eu gostei muito. Ela não é a cantora perfeita, mas achei que cumpriu bem o seu papel. Dan Stevens também está  em como a Fera. Mas os personagens do castelo, o Luminere, o Cogsworth, Sra Potts e Zip são incríveis. Inclusive acho que eles até apagam um pouco da Fera.

O destaque especial é para os figurinos e efeitos. Os figurinos da Bela são lindos e os efeitos tantos dos personagens do castelo como da Fera são perfeitos. Ah, e claro, o castelo também é maravilhoso.

A estoria é bem fiel ao desenho, porém com mais cenas. O filme é longo, umas 2h e em alguns momentos achei meio enrolado, mas no geral eu gostei bastante e quem gosta do desenho, não pode deixar de ver.

Quem já foi assistir? Gostaram?

Beijos