Esmalte da Semana: Azulcrination

Na semana de abertura da Copa do Mundo, eu nao poderia escolher um esmalte que não fosse azul, verde ou amarelo, né?! Quando fui escolher, peguei todos os esmaltes que tenho destas core, achando que seria uma missão fácil. #sabenadainocente. Porém, não sabia que tinha tantos esmaltes destas cores, fiquei em dúvida e até postei no instagram {se nao me segue ainda, aproveita para seguir e ficar sabendo de tudo em primeira mão}.

esmalte_copa

 

Não conseguirei usar todos em 1 mês, mas podem esperar muitos esmaltes com cores brasucas nas proximas semanas! Como não sou muito fã de nailarts em mim e nem tenho coordenação para fazê-las, escolhi usar só as cores mesmo e para cada uma destas 4 semanas vou escolher algum destes daí de cima. Quem quiser, pode dar pitaco nas cores das proximas semanas, ok?!

Voltando para a semana de abertura, a minha escolha foi o Azulcrination. Já tinha usado este esmalte há muito tempo, láaaa em 2011 e depois disso, ficou esquecido na esmalteca. Como na época que usei eu ainda não dava notas e estrelinhas para os esmaltes, achei que valia a repostagem dele por aqui. E sabem o que eu confirmei? Eu aperfeiçoei muito na arte da esmaltação… hehehehe.

– Textura: super hiper mega ralinho, com uma camada fica um transparente azulado de tãoa aguado.. Nota: 2.5

– Cor: azul metálico. No vidrinho, ele parece um azul escuro metalico, porém para chegar nesta cor, precisei de 4 camadas {a foto do vidrinho ficou mais clara do que ele é ao vivo}. Com duas camadas, ele fica um azul esverdeado, que eu não gostei muito. Com 3 camadas, ele já menos esverdeado, porém para chegar na cor do frasquinho, precisei de 4 camadas. Apesar de achar a cor linda, não achei fiel ao vidrinho. Nota: 3.o

– Facilidade para passar: como comentei acima, ele é super ralinho e mancha muito. Para chegar na cor e cobertura ideal precisei de 4 camadas. Ou seja, é bem complicadinho de passar. Porém, mesmo sendo azul, é super facil de limpar. Como é super ralinho, não mancha a pele. Achei super fácil. E foi aqui que confirmei como melhorei na esmaltação. Lá em 2011, eu estava apenas começando a fazer minhas unhas {antes disso, eu fazia só na manicure} e sujei muito meus dedos e deu maior trabalho para limpar. Já agora, em 2014, foi super facil! Ou seja, a técnica conta muito também, ne?! Nota: 3.5

– Cobertura: Meu Deus! Se existe um esmalte de cor forte sem cobertura, este esmalte chama-se Azulcrination. A primeira camada fica completamente transparente, na segunda não cobre bem também, na terceira começa a ficar melhor e já dá até para parar por aqui. Porém, eu queria ver como ficava com mais uma camada {como ele é bem ralinho, 4 camadas não deixa grosso}. Achei que com 4 camadas, fica com cor e cobertura ideiais. Nota: 3.0

– Durabilidade: achei muito boa. Em 5 dias, só saiu uma pontinha bem pequena, que quase nem dá para perceber. Como sempre comento, usei o Top Coat Colorstay da Revlon e acho que sim, ele é super responsável por toda essa duração dos esmaltes nas unhas. Porém, como sempre uso ele, consigo saber quais duram mais do que os outros. Nota: 4.5

Nota final: 3.3. Lembrando que a nota máxima é 5.0

azulcrination_finalE ai, ja estao prontas para a Copa? Qual cor escolheram?

Beijos

 

Meu look: Bomber Jacket + Mix de estampas

Finalmente, os posts de looks estão voltando. Por enqunato, a chuva deixou SP e me permitiu fazer fotos.

Este domingo, fez bastante sol e calor por aqui. Aproveitei para usar a minha jaqueta bomber. Lembram que falei sobre elas por aqui?! Pois é, domingo coloquei para jogo. Para tentar sair um pouco do obvio, resolvi brincar de misturar estampas. Não que eu seja expert nisso, mas aos pouquinhos vou me arriscando. Já tinha me arriscado nos acessórios, mas desta vez foi pra valer.

Para essa brincadeira, escolhi duas estampas que estão super em alta agora no outono/inverno 2014: pied-de-poule e floral com fundo escuro. O cuidado que eu tive{que vale como dica para inciantes como eu} é não adicionar mais cores. A minha jaqueta floral com fundo escuro e composta pelas cores preto, branco, vinho e verde. Por isso, a minha saia escolhida foi a pied-de-poule preta e branca. Nos acessórios, escolhi vinho para o colar e a bolsa; e preto para as ankle boots.

Curiosas para verem como ficou?! Vem comigo!

1006_011006_061006_031006_021006_051006_04

Jaqueta Bomber: Lara na Passarela

Regata: Mixed para C&A

Saia: Bom Retiro

Ankle Boots: Arezzo

Colar: Salada de Frutas Acessorios

Bolsa: Coach

Oculos: Rayban

Batom: F-utilidades para Tracta

E ai, look aprovado?!

Beijos

Cinema: A Culpa é das Estrelas

Esse fim de semana, fui assistir um dos filmes mais esperados por mim {e acredito que por todos que já tinham lido o livro}: A Culpa é das estrelas. Eu li o livro no começo do ano e contei para vocês por aqui, lembram?

Makus Zusak {autor de “A menina que roubava livros”} comentou e está até na capa do livro {ediçao que eu comprei} que  iríamos rir, chorar e ainda querer mais. Dito e feito! Logo depois que terminei o livro, fiquei sabendo sobre o filme e fiquei esperando ansiosamente por ele. Sim, o livro mexeu tanto comigo que ri, chorei e queria mais!

0906_01

O filme é muito parecido com o livro. Eu conseguia lembrar perfeitamente do livro, conforme o filme foi passando. Claro que algumas partes foram cortadas {eu identifiquei duas} para sintetizar e não termos um filme de 5 horas, mas nenhuma delas impactou no resultado final.

A atriz a principal Shailene Woodley me surpreendeu muito. Eu ainda não tinha assistido nenhum outro trabalho dela {ela fez tem Divergente e Os Descendentes} e gostei muito da vida que deu a Hazel. Quando li o livro, imaginei Hazel fisicamente diferente, mas amei a versão feita por Woodley.

Os 2 atores principais {Woodley e Elgort} tem uma sintonia maravilhosa. São olhares cumplices que fazem a gente acreditar que estamos vivendo a estória, naquele momentos. A mãe de Hazel também tem um papel importante, principalmente como mãe de uma adoslecente. Acredito que é uma mãe muito legal que muitos adolescentes gostariam de ter.

Além de tudo isso, uma parte da estória se passa  em Amsterdã que é uma das minhas cidades preferidas {das que eu conheço}.

Para quem não viu ainda {estreou este fim de semana}, recomendo muito. Muita gente talvez pense que não vá gostar por ter um tema muito triste, mas juro que ele é levado da forma mais leve possivel e que no meio de um chororo, vc vai dar risadas. Em alguns momentos, tanto do livro quanto do filme, que eu nã sabia que ria ou se chorava, muitas vezes, ri e chorei ao mesmo tempo… hehehe

Vejam o trailler e fiquem com um gostinho de quero mais….


Para quem não viu ainda, super recomendo. Que já viu, comenta aqui! Gostou? Nao gostou?

Beijos