Giuli TV: Minhas compras na Glossier

A Glossier é uma marca que está fazendo bastante sucesso em NYC. Aproveitei quando estava lá para conhecer o showroom da marca que fica entre Chinatown e Soho.

A marca é conhecida por se inspirar na vida real e trouxe isso para os cuidados de pele e para a maquiagem. Os produtos de maquiagem são todos que deixam a pele mais natural, sem pesar. Eu que amo esse tipo de maquiagem, fiz a festa por lá. Vem ver no vídeo os produtos que comprei!

Infelizmente, eles ainda não entregam no Brasil, mas se você for viajar para os Estados Unidos, Canadá ou Reino Unido, você pode comprar online.

Gostaram?! Já conheciam a marca?!

Beijos!

Compre o post: 

 

Onde comer em Nova York?

Mais um post da minha temporada de 2017 em Nova York. Se você ainda não sabe, eu fiquei um mês fazendo intercâmbio por lá e já dividi aqui lugares que eu fui conhecer que ainda não conhecia.

Hoje, vou falar dos restaurantes que conheci nessa minha temporada. Eu já fiz um post sobre os restaurantes que visitei por lá em 2016, então não vou repeti-los, a menos que a minha experiência tenha sido bem diferente.

Barilla Restaurants: é um restaurante da marca Barilla de massas. É italiano, bem gostoso e com um preço bem justo. Eu pagava $16,28 para uma massa com camarão e um refrigerante. Tem várias unidades espalhadas pela cidade. Eu costumava ir no restaurante que ficava na Herald Square que era bem perto da minha “casa”.

Restaurante Barilla em NY - Giuli Castro

Paris Baguette: é como se fosse uma padaria francesa, mas que além das delícias francesas também vende comidas rápidas, como saladas. Eu gastei $11,13 para uma porção de croissants e um refrigerante.

Croissants da Paris Baguette em NYC - Giuli Castro

Halal Guys: é um carrinho que vende comida na rua. Tipo os food trucks que temos no Brasil, mas não é gourmetizado, porém super limpinho e gostoso. Um dos meus amigos era mulçumano e este era um dos poucos lugares que ele podia comer carne. Além de tudo, tem um preço super amigo. Eu, geralmente, comia um ou dois cachorros-quente e um refrigerante e gastava em torno de $5. Mas lá, além de cachorro-quente, tem vários outros tipos de comida.

Tem vários carrinhos espalhados pela cidade. A gente, geralmente, comprava em frente a NYU {que era perto da nossa escola} e comíamos sentados na Washignton Square Park. Eu adorava! Era uma delícia! Ah, nós brasileiros não estamos acostumados, mas os americanos sempre almoçam em algum parque ou praça ou em cima da mesa de trabalho. É um costume deles e que eu adorei fazer por lá também.

Pizza de $1: O que mais tem por NY são lugares que vendem o pedaço de pizza por $1, em toda esquina tem uma pizzaria assim. Claro que não tem um lugar super confortável para comer, em geral tem umas mesas para você apoiar a pizza e a sua bebida, mas você come em pé ou pede para viagem. Na esquina da minha casa, tinha uma e eu costumava ir bastante lá a noite, no jantar. As vezes, tinha andado o dia inteiro e no outro dia ia ter aula cedinho, então era uma boa opção. Fora que eu gastava $2 por um pedaço de pizza e um refrigerante! Sério, foi uma das melhores pizzas que comi por lá. Super indico!

Dean & Delluca: para quem leu meu post do ano passado, viu que eu passei por lá para tomar café da manhã e comprar uns chocolates diferentes. Desta vez, eu fui algumas vezes, almoçar por lá, pois tinha uma muito perto da escola. Tem de tudo por lá. A maioria é comida por peso. Você escolhe e ele coloca para viagem para você. Mas você também pode pedir algumas coisas, como um cheeseburger. Claro que eu comi cheeseburger algumas  vezes e também provei o mac & chesse deles. Adorei as duas escolhas. Gastava por volta de $15 com refrigerante.

Bryant Park Grill: fui jantar lá na minha primeira sexta-feira. É um lugar bem badaladinho, mais refinado e consequentemente um pouco mais caro.

Restaurante Bryant Park Grill em NYC - Giuli Castro

A comida é bem gostosa e o ambiente é uma delícia. Eles tem um ambiente fechado e um aberto para o parque. Como eu fui ainda era verão, sentei lá fora e foi muito gostoso. Eu escolhi uma carne com batata-frita e um refrigerante e gastei  $60.

Steak com Fritas do Bryant Park Grill em NYC - Giuli Castro

Carroll Place:  sabe daqueles lugares que você andando pelo bairro e de repente acha simpático e senta para jantar?! Assim, foi o Carroll Place no Soho. Estava com duas amigas passeando pelo Soho e pelo Chelsea durante a tarde e o comecinho da noite, quando sentimos fome, estávamos em frente a este bar/restaurante. O cardápio é bem variado, mas eu e uma minhas das amigas escolhemos uma pizza margherita e a outras escolheu um hamburger. Lugar muito agradável, sentamos nas mesinhas da calçada e ficamos vendo o movimento. Super indico. Gastei $13.

Pizza do Carroll Place no Soho em NYC - Giuli Castro

Shade Bar – Crepe to Go: eu não fui propriamente no bar, mas eles tem uma janelinha que vende crepe para viagem. Almocei lá várias vezes. Era bem perto da minha escola e também do Washignton Square Park. Achei uma ótima sugestão para quem está passeando pelo Soho, pedir um crepe para almoçar, sentar na Washignton Square e comer por lá, vendo o movimento.

crepe de chocolate com morando do shade bar no Soho em NYC - Giuli Castro

Os crepes são deliciosos, o atendente super antecioso e um preço justo. O tamanho é bem legal. Eu escolhi um só de mussarela e de sobremesa um de chocolate e morango. Os dois eram deliciosos. Minha dica é perdir o da sobremesa para dividir com alguém.

crepe de chocolate com morando do shade bar no Soho em NYC - Giuli Castro

O crepe salgado custa $82.5 e você pode escolher até 3 ingredientes. Se você quiser mais de 3, é $1 por cada extra. O crepe doce é $7.25 e segue a mesma regra do salgado.

Ora Di Pasta: este restaurante fica no Food Hall dentro do Plaza Hotel. No restaurante tem algumas mesinhas, mas estavam todas ocupadas quando eu fui. Precisei pegar para viagem e comer em alguma mesa da praça de alimentação que também estava lotada.

A comida é gostosa, mas o lugar é muito cheio. Não sei se eu dei azar ou se é assim sempre. Quem já foi la, deixa aqui nos comentários, por favor. Eu estava com muita fome, fui almoçar muito tarde e como estava bem cheio, acabei ficando com dor de cabeça. Fica perto do  Central Park e no fim da 5a avenida. É uma sugestão se você estiver por ali perto do horário do almoço, mas só certifique-se que não está muito cheio porque pode virar um pesadelo hahahaha.

Ori de Pasta no Food Hall do Plaza Hotem em NYc - Giuli Castro

Eu comi uma massa com camarão e um refrigerante e gastei $21.78

Levain Bakery: pensa no melhor cookie que você já comeu na sua vida. Agora multiplique por 1000. Sim, o cookie da Levain é o melhor cookie da vida. Até hoje, eu sonho com ele. Ele é super macio e quentinho. Eu comprei o de chocolate chip walnut e o chocolate estava derretendo.

Levain Cookies em NYC - Giuli Castro

Eles tem 4 unidades por NY e eu fui na unidade da 74th Ave e ela é bem pequena. Acho que tem só uns três bancos para sentar e comer lá. Eu peguei para viagem e comi em casa e ainda estava quentinho.

É o tipo de lugar que eu acho que tem que ir! O cokkie custa a partir de $4 cada.

Lombardi’s Pizza: foi a primeira pizzaria dos Estados Unidos, fundada em 1905. A pizza é feita no forno a lenha e é muito gostosa. Fica no Soho. Foi super recomendada pelo pessoal da escola e eu achei que valeu a pena.

Lombardis Pizzaria em NYC - Giuli Castro

Eu comi a margherita e adorei. Vale a pena lembrar que eles não aceitam cartão, só dinheiro. Eu tentei guardar todas as notinhas, mas essa eu perdi. Vi no site e a pizza de 6 pedaços custa $18.50 e a grande de 8 pedaços, custa $22.50.

Delicatessen: fui duas vezes almoçar la porque também era perto da escola. O lugar é super bonito, não é super barato, mas não é um absurdo de caro. É mediano.

Eu comi um cheeseburger clássico que custa $18 e a Fabienne, minha amiga, pediu um tartar de atum que foi $17.

Cheeseburger clássico da Delicatessen em NYC - Giuli Castro

Eu adorei o ambiente e a comida.  Acho que vale super a pena ir com calma e aproveitar o lugar também.

Taiyaki NYC: é o famoso lugar onde vende o sorvete de unicórnio e que a casquinha é em formato de peixe. Eu fui pelo hype, para tirar uma foto legal com sorvete, mas posso falar?! Vale a pena! O sorvete é maravilhoso e a casquinha parece uma massa de panqueca ou waffle! Que delícia! To aqui escrevendo o post e desejando.

sorvete de unicornio com casquinha em formatode peixe do Taiyaki NYC - Giuli Castro

Tem uma unidade em Chinatown. Não lembro quanto foi, mas não foi caro! É um dos lugares que eu também acho que tem que ir.

The Loeb Boathouse: esse é um dos restaurantes que eu já tinha ido em 2016 e resolvi repetir em 2017. Ele fica dentro do Central Park e tem uma vista linda para o lago.

Porém, em 2017 fui em um sábado e não tinha almoço, só brunch {pelo menos no horario que eu fui. Verifica antes de ir}. O brunch é gostosinho, mas não sei se vale a pena. Eu achei o almoço muito mais incrível e guardaria meus dólares para comer lá em um dia que fosse cardápio regular e não de brunch.

Eu escolhi um Mac & Cheese, ainda não tinha comido por lá. Como eu disse, não é ruim, mas não era o que eu estava esperando. Vá no cardápio regular que você não vai se arrepender.

Mac & Chesse do Loeb Boat House no Central Park em NYC - Giuli Castro

Sempre recomendável que se faça reserva, principalmente se for no fim de semana. É bastante cheio. Dessa vez, eu esperei bastante.  Em 2016, como era dia de semana e eu cheguei lá 11:55, não peguei fila. Mas acho que foi sorte.

Nós fomos em 3 pessoas e a conta total ficou em $82.38, dando mais ou menos $28 por pessoa.

Cheesecake Facotry: se você estiver disposto a ir bater perna no Queen, agora tem uma unidade da Cheesecake Factory no Queens Center. Eu aproveitei para ir lá, no dia que fui na Ulta fazer minhas ultimas comprinhas de beleza em NY. Fica bem perto e eu fui caminhando.

Pizza da Cheesecake Factory no Queens em NYC - Giuli Castro

Pedi uma pizza {lá não vende pedaço, só inteira} e obvio que não consegui comer tudo sozinha, ainda mais porque eu queria mesmo era o Godiva Cake {cheesecake de chocolate Godiva}, meu favorito da vida.

Godiva Cake da Cheesecake Factory no Queens em NYC - Giuli Castro

Eu não guardei a nota, mas a Cheesecake Factory não é lugar caro. Ainda mais que tudo lá é muito grande e sempre dá para dividir com mais uma pessoa.

Wendy’s: é uma rede de fast food que inclusive já tem em SP. Tinha uma unidade em frente a escola. Muitas vezes que eu precisava comer rapidinho, era lá mesmo que eu ia. O cheeseburger é bem gostoso, mas não esperem nada gourmet. Lembrem-se é fast food. O combo com sanduíche, batata-frita e refrigerante custou $9.57

Five Guys: é outra rede de fast food, porém muito mais em alta. Compete diretamente com o Shake Shack. Minha experiência em 2016 não foi boa e eu contei lá no post.  Porém, agora em 2017, eu voltei para tirar a prova e amei. Estava tudo muito gostoso. O combo com sanduíche, batata-frita e refrigerante custa por volta de $12.

Ufa! Acho que foi isso de restaurantes e comidinhas gostosas por NYC. Se você ainda não conferiu o post de 2016, confere lá que tem bastante dica legal também. Dos restaurantes que repeti em 2017 e não estão aqui neste post foram: Starbucks para o café da manhã, Shake Shack {meu hamburger favorito}, Balthazar {meu restaurante favorito em NY}, Eataly  – La Pizza & La Pasta {uma das  melhores massas} e Magnolia Bakery {com o maravilhoso banana pudding}.

Desculpa não ter muitas fotos ou fotos não muito boas, mas eu estava lá para estudar e de férias do blog. Eu deixei o link para o site de todos os restaurantes que tem site. É só clicar em cima do nome do restaurante que você será redirecionado para lá. Lá vão ter todas as informações de cardápio, preço, endereço, telefone e reservas.

Espero que tenham gostado! Qualquer pergunta, podem deixar nos comentários.

Beijos!

O que fazer em Nova York?

Como vocês sabem, eu estive em NYC ano passado, por um mês, fazendo intercâmbio. Para quem ainda não sabe, pode conferir o vídeo que eu conto tudo sobre isso.

roteiro-nyc-giuli-castro

Pôr-sol-sol visto de cima do Empire State Building

Não foi a minha primeira vez na cidade, mas em 2016, eu fiquei só 9 dias e não consegui fazer tudo que eu queria fazer. Além disso, em 2016 estava bastante frio e em 2017 eu peguei bastante calor do fim da primavera e um pouquinho do frio do começo do inverno. Então pude fazer várias atividades diferentes.

roteiro-nyc-giuli-castro

Por-do-sol em Manhattan vista da Brooklin Bridge

Neste post, não vou repetir os programas que fiz em 2016. Por aqui, só teremos programas que eu fiz em 2017, combinado?! Se você ainda não sabe o que eu fiz em 2016, pode conferir o meu roteiro aqui.

Vou começar pela Roosvelt Island. Para chegar até lá, você precisa pegar tipo um bondinho – Traimway- que te leva da ilha de Manhattan atá a ilha Roosvelt. O preço do bondinho é um passe de metrô. Se você tem o metrocard {semanal ou mensal} é só passar ele que a catraca é liberada, assim como você usa nos metrôs.

A Roosvelt Island é localizada entre a ilha de Manhattan e do Queens. Hoje, é uma ilha residencial, mas tem muita história para contar. Lá ficava o SmallPox Hospital, sua construção gótica, foi feita pelo aqruiteto James Remwick que também fez a Catedral d e St. Patricks que fica na 5a Avenida.

roteiro-nyc-giuli-castro

A ideia é descer do bondinho e explorar a ilha, Tem um parque com uma vista maravilhosa para Manhattan e também para Long Island City no Queen {onde tem o famoso letreiro da Pepsi}.

roteiro-nyc-giuli-castro

roteiro-nyc-giuli-castro

Endereço para pegar o bondinho:  E 59th St & 2nd Avenue

Em 2016, eu fui no Financial District, onde tem o famoso touro – Charging Bull– que “traz” dinheiro e a a Fearless Girl. Porém, estava muito cheio e eu não tirei foto. em 2017, eu fui 2 vezes lá. Uma com os amigos no nosso 2o fim de semana e depois, quando meu primo foi passar uns dias em NYC, eu o levei para conhecer também.

A Fearless Girl foi instalada em 07 de março d e 2017, então quando fui em 2016, ainda não existia. Desde que ela foi instalada, eu sempre quis tirar uma foto com ela. Ela fica de frente para touro, enfrentando-lo. Ela passa a mensagem  sobre a diversidade de gênero no ambiente de trabalho e incentivar as empresas a recrutar mulheres para seus conselhos. Atrás dela está escrito “Know the power of women in leadership. SHE makes a difference,” {ou “Conheça o poder das mulheres na liderança. ELA faz a diferença”}. Eu não seria feliz se não tirasse uma foto com ela! hahaha

roteiro-nyc-giuli-castro

Endereço: Broadway & Morris St

De lá fomos no Museu Nacional do Índio Americano que fica bem perto. Eu não tinha ido em 2016 e uma amiga italiana que trabalha com artes e museu na Itália quis entrar. Como era de graça, entramos para conhecer. Ele conta toda a história dos índios americanos e tem todas as roupas, acessórios e armas que eles utilizavam na época. É um museu pequeno e dependendo, pode ser visto bem rapidinho. Eu não sou fã de museu, não gostei e não voltaria. Mas se você gosta, pode ser uma dica legal e barata {no caso, de graça}.

Endereço: 1 Bowling Green

Depois fomos atravessar a Brooklin Bridge {Ponte do Brooklin}. Em 2016, estava super frio e não conseguimos fazer o trajeto a pé. Dessa vez, como fui num sábado de sol e calor, estava lotado. Mas adorei o passeio. Eu atravessei a pé, mas você também pode atravessar de bicicleta. O legal é atravessar a tarde para assistir do pôr-do-sol lá do Brooklin Bridge Park. 

roteiro-nyc-giuli-castro

Assim que chegamos no Brooklin, fomos conhecer o DUMBO {Down Under Manhattan and Brooklin Overpasses}. É um bairro que fica entre as pontes do Brooklin e Manhattan e tem uma vista bem bonita para Manhattan. O dia que eu fui lá, como era um sábado a tarde, tinham várias noivas, noivos e familiares tirando foto por ali.

roteiro-nyc-giuli-castro

O famoso lugar para tirar fotos no DUMBO. A minhas nao ficou lá essas coisas porque precisei pedir para outra pessoa tirar, mas vale a pena ir. O lugar e lindo!

E caminhando por ali, você já chega no Brooklin Bridge ParkPassamos o restinho da tarde pelo parque e assistimos um pôr-do-sol incrível com o skyline de Manhattan.

roteiro-nyc-giuli-castro

Endereço: 334 Furman St, Brooklyn

Outro programa bem legal para os dias de calor, é andar de bicicleta no Central Park. Não tive essa oportunidade em 2016, mas em 2017 não deixei passar. Passei toda a tarde de uma domingo ensolarado andando de bicicleta. Apesar do calor, é bem legal e agradável.

Eu aluguei a bicicleta na loja NYC Bike Rental que fica perto da entrada da 7a avenida. Paguei $10 por toda a tarde. Valeu super a pena e indico para todo mundo.

roteiro-nyc-giuli-castro

Uma dica: quando for alugar a bicicleta, peça também um cadeado. Alguns lugares do parque, você não pode entrar com a bicicleta, então o cadeado terá  uma ótima utilidade. A gente não alugou e precisávamos ficar revezando quem tomava conta das bicicletas.

Endereço NYC Bike Rental: 912 7th Ave

Uma das minhas aulas da tarde era sobre algum bairro de NYC. Então nós saíamos da escola e íamos até o bairro com um professor que contava toda a história do local. Em uma dessas aulas, a gente foi até o Memorial de 11 de Setembro que eu já tinha ido em 2016. Porém, lá te 2 shoppings novos e bem bonitos, o Westfield World Trade Center e o Brooklin Place. Mesmo que você não tenha a intenção de comprar nada {inclusive o  Brooklin Place só tem lojas bem caras}, vale a pena visitar. O Westfield World Trade Center tem lojas mais acessíveis e ainda é hub do metrô. Você consegue pegar todas ou quase todas as linhas dali.

roteiro-nyc-giuli-castro

Brookfield Place

roteiro-nyc-giuli-castro

Westfield World Trade Center

Endereço Westfield World Trade Center: 185 Greenwich St

Endereço Brooklin Place: 230 Vesey St

A Washington Square Park é uma praça bem charmosinha no Soho, bem perto da NYU e também perto da minha escola. A gente almoçava vários dias por ali. Para quem não sabe, em NYC é muito comum você comprar seu almoço para viagem e sentar na praça para comer. Além disso, também fui em um sábado lá com outros amigos que não estudavam na mesma unidade que eu. É uma praça grande e bem agradável. Sempre encontrava bastante criança brincando por ali também.

roteiro-nyc-giuli-castro

Endereço: W 4th Street

Em 2016, eu e o Renato fizemos  o passeio até a Estátua da Liberdade e adoramos. Porém, dessa vez, eu não quis fazer o mesmo passeio de novo. Porque não é super barato e também queria conhecer coisas novas. Para quem não sabe, tem o Staten Island Ferry  que liga Manhattan a Staten Island que passa perto da Estátua, você pode vê-la de e tirar foto. Mas, não tem como descer na ilha da estátua. Além da Estátua, do outro lado da embarcação também dá para ver Manhattan.

roteiro-nyc-giuli-castro

Ah, esse passeio é de graça e tem várias linhas de metrô que passam ali perto.

Endereço: 4 Whitehall St – perto do Battery Park.

Aproveitei um domingo para ir ao Queens. Na verdade, eu queria ir na Ulta Beauty e  até quando eu estava lá, a única loja ficava no Queens. Agora já tem uma loja em Manhattan, na 34st, perto da Macys. O Queens é bem diferente de Manhattan, bem mais residencial e bem mais tarnquilo, sem muita movimentação {acredito também  que em partes porque eu fui domingo}.

Todo mundo sabe e eu também contei no post do ano passado sobre o prédio onde foi gravado Friends. Além disso, ali pertinho, também tem a casa da Carrie Bradshaw de Sexy and The City. Aproveitei para conhecer {ainda não tinha ido} e tirar uma foto, claro! hahahaha Se você é fã da série vale a pena. Fica em West Village.

roteiro-nyc-giuli-castro

Endereço da Casa da Carrie em Sex and The City: 66 Perry St

Endereço do Prédio de Friends: Esquina da Grove St com a Bedford St

Ufa! Acho que foi isso! Claro que ainda vou falar sobre os restaurantes e sobre as peças que assisti. Senão, esse post vai ficar gigantesco.

Gostaram?!

Não esqueçam de conferir mais dicas no meu post de 2016. Lá com certeza tem os locais que todo mundo quer fazer ou faz quando vai a 1a vez para NYC.

Beijos