Minhas férias na Disney: Epcot

O Epcot é um parque mais cultural, onde tem os pavilhões de vários países que contam a sua história e lojinhas que vendem produtos específicos daqueles países.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

É um parque bem grande e que pode ser bastante cansativo para as crianças. Tem poucos brinquedos legais, a maioria é bem antiga. Mas ele passará por reformas em breve e já sabemos que um novo pavilhão, o da Espanha, será construído.

Além disso, acontecem vários eventos por lá durante todo o ano. Os mais conhecidos são o Flower & Garden que acontece entre fevereiro e maio e o Food & Wine que acontece entre agosto e novembro. As duas ultimas vezes que eu fui a Disney {2010 e 2017} estava acontecendo o Food &Wine.

O Festival Food & Wine é bem legal. Tem várias barraquinhas com atrações culturais de vários países {e não só dos que tem pavilhão} e utras que vendem comida típica. É super legal e você pode provar comidas de vários países, as porções são pequenas. Eu e o Renato adoramos a experiência, apesar de não termos conseguido comer muito, mas achamos que valeu super a pena.

Eu estava há uns 40 dias fora do Brasil já e louca para comer pão de queijo. Fui la na barraquinha do Brasil e me esbaldei.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Como este parque não tem muitas atrações legais, nós gostamos mesmo da parte dos pavilhões dos países, só fomos em 3 delas: Soarin’, Mission: Space e Meet Disney Pals at the Epcot Character Spot, que foram as 3 que a gente marcou o fastpass. Claro que tem outras atrações que são legais, mas realmente a gente queria mesmo era aproveitar a parte dos países e o Food & Wine Festival.

Chegamos e fomos direto para o nosso primeiro fastpass que era o Soarin’. Ele é um simulador de asa-delta, onde você voa por vários lugares dos mundo, inclusive por Foz do Iguaçu e o  Rio aqui no Brasil. Eu adoro! E super leve, crianças podem ir, mas não é radical. Não esperem muitas emoções.

De lá fomos para a loja da Coca-Cola que tem lá dentro. Tem refrigerantes da Coca de vários países diferentes e a gente provou todos. É muito legal! Tem uns bem gostosos e diferentes e outros horríveis. O Brasil é representado pelo Guaraná Kuat!.

Depois começamos a andar pelos pavilhões dos países, já que nossos outros fastapass eram para o período da tarde.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Pavilhão da Noruega

Nos pavilhões há também os personagens da Disney daquele país para você tirar foto, mas as filas costumam ser muito grandes.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Pavilhão da China

O pavilhão da China e do Japão são os mais bonitos, na minha opinião. Super trabalhados, com uma decoração muito legal.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Pavilhão do Japão

O pavilhão do Marrocos também é bem interessante e tem um verdadeiro bazar lá dentro. eu nunca fui no Marrocos, mas pelo que vejo na TV, me senti andando pelas ruas de lá.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Pavilhão do Marrocos

Nós escolhemos almoçar no pavilhão da Itália e comemos uma pizza bem gostosa na Via Napoli Ristorante e Pizzeria. A pizza individual custa $18.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Pavilhão da Italia ao fundo

De sobremesa, fomos para França, no L’Artisan des Glaces. Lá, eu comi dois macarons e também tomei um sorvete de vanilla {$4,69 – uma bola}. Já o Renato, escolheu um sanduíche de macaron e sorvete, os dois de chocolate {$4,69}. Esse é imperdível! Estava delicioso!

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Macarons de chocolate e de framboesa

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Sorvete de vanilla

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Sanduiche de macarron com sorvete, ambos de chocolate.

Começou a chover e nós voltamos para perto do Epcot Character Spot que era o nosso próximo fastpass. Nesta atração, você encontra os principais personagens da Disney {Mickey, Minnie, Pateta} para tirar fotos com eles.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

E de lá, seguimos para o Mission: Space!. Essa atração tem duas opções, uma mais forte e outra mais fraca. Nós escolhemos a mais fraca. Eu não curto muito essa atração, em geral, saio com dor de cabeça e enjoada porque ela chacoalha demais. É beeem antiga e o espaço que ficamos lá dentro é minúsculo. Se você tem claustrofobia, não vá!

Passamos o resto do dia andando pelos pavilhões e aproveitando o festival. A noite, assistimos o show de fogos de encerramento no lago. Eu acho bem bonito, mas o do Magic Kingdom é mais emocionante.

É um parque bem grande e cansativo porque a gente anda bastante e é todo aberto. Se tiver sol, você estar com o sol na cabeça durante todo o dia, deixando ainda mais cansativo. Quando nós fomos, choveu um pouco no meio da tarde, mas foi bem tranquilo. Dessa vez, a gente tinha levado a nossa capa de chuva.

Epcot-Disney-Giuli-Castro

Para quem vai com crianças, recomendo muito o roteiro da Andreza do Blog Andreza Dica e Indica. Ela tem roteiros específicos para as atrações para crianças e quais o fastpass devem ser agendados para elas.

Para os pais com crianças pequenas que não podem ir aos brinquedos {todos eles tem uma altura mínima, para cada brinquedo, tem uma altura específica}, tem o child swap. Apenas um dos pais pega a fila, o outro fica em uma sala de espera reservada. Quando um voltar, o outro pode ir sem pegar a fila outra vez. Super facilidade para famílias com crianças.

estacionamento custa $20 por dia, em qualquer parque da Disney. Lembrando que você se você mudar de parque, é só mostrar o comprovante do primeiro estacionamento que você usou, que não precisa pagar novamente.

Uma coisa legal que fizemos, foi comprar comidinhas em quase todos os pavilhões para provar em casa depois. Fizemos  esse vídeo provando cada um e contando o que a gente achou.

Gostaram?! Espero que ajude a planejarem bem a viagem de vocês!

Beijos!

 

Minhas férias na Disney: Hollywood Studios

Hollywood Studios é o antigo MGM. Já faz bastante tempo que mudou de nome, mas o Renato por exemplo, só o conhecima por MGM.

É um dos menores parques  e o mais radical do complexo Disney,  mas também dos meus preferidos. Nele tem a montanha-russa no escuro, o elevador que cai, a atração do Toy Story e o melhor show de encerramento na minha opinião, o Fantasmic.

Hollywood Studios- Disney - Giuli Castro

Nós marcamos fastpass para a Twilight Zone Tower of Terror {que é o elevador que cai}, Toy Story Mania e Star Tours. Neste parque, há regras diferentes para marcar o fastpass. Você só pode marcar 1 fastpass das atrações do grupo 1 e duas atrações do grupo. O Toy Story Mania e a Rock’n’roller Coaster fazem parte do grupo 1 e por isso não conseguimos marcar fastpass para a Rock’n’roller Coaster.

Hollywood-Studios-Disney-Giuli-Castro

Além disso, esse foi o único parque que reservamos um restaurante para o almoço, o Sci Fi Dine-in Theater. Reservamos com antecedência, ainda aqui no Brasil, pelo app da Disney no celular.

A gente chegou, fez algumas fotos no parque, comemos uma pipoca e fomos para a  Twilight Zone Tower of Terror. O nosso horário era por volta das 10-11h. Ficamos uns 5 minutos na fila do fastpass e já avisaram que uma das torres estavam em manutenção e que iria demorar mais. Nos deram outro fastpass que poderia ser usado em qualquer outra atração {inclusive na mesma} em qualquer outro horário. Deixamos para voltar mais no final da tarde, entre os fastpass do Star Tours e do Toy Sotry Mania.

Hollywood Studios- Disney - Giuli Castro

Encontre o Wally! hahahaha Importante: Segurem todos os seus pertences! Coloquei minha bolsa no chão e ela voou junto com o mapa do parque hahahahahaha

Saímos de lá e fomos na Rock’n’Roller Coaster que é em frente. Nesta atração tem single rider igual a Expedition Everest do Animal Kingdom. Porém, nós demos muita sorte e nos colocaram juntos, no mesmo carrinho, um do lado do outro. Como se estivéssemos na fila comum. Porém, não contem com isso, porque o comum é separarem mesmo.

O nosso almoço estava reservado para perto das 14h, então resolvi provar o famoso pretzel do Mickey com cheddar {$6}. Mas não curti muito não. Nem com cheddar, achei muito forte. E nem sem o cheddar, achei muito massudo. Sei lá, não gostei. Mas rendeu uma foto linda! hahahahaha

Pretzel- Mickey - Hollywood Studios- Disney - Giuli Castro

Como estávamos em frente ao teatro chinês e já ia começar o show Star Wars: A Gaaxy Far, Far Away, entramos para assistir. Vale a pena só para quem é muito fã de Star Wars. Eu fui porque no caso, o Renato é super fã. Mas não é imperdível. Se você não conseguir ver, não vai perder muito.

De lá, fomos para nosso almoço no Sci Fi Dine-in Theater. O restaurante é super legal. Ele é decorado como um drive-in americano de antigamente, onde as pessoas iam para assistir filmes. As mesas são dentro de carros antigos e tem um telão que fica passando traillers de filmes e desenhos antigos. Não tem como não se sentir em um filme antigo.

Sci Fi Dine-In Theater - Hollywood Studios- Disney - Giuli Castro

Essa foto foi tirada na frente do restaurante. Mas as mesas la dentro são como esse carro da foto, mas lá é muito escuro e quase não sai nada nas fotos.

O cardápio tem bastante variedade, mas eu escolhi o Classic American Burger {$18} e o Renato escolheu o Flame-Broiled New York Streap Stake {uma carne acompanhada de uma massa com molho quarto queijos $33}. Ambos estavam bem gostosos.

Sci Fi Dine-In Theater - Hollywood Studios- Disney - Giuli Castro

A lus lá dentro é muito ruim, então a foto não ficou muito boa também.

Quando acabamos de almoçar, estava na hora do próximo show da Bela e a Fera. É um musical, ao vivo, da história da Bela e a Fera. Eu já tinha assistido das duas outras vezes que eu tinha ido e não ia perder novamente. Vale muito a pena! É lindo! Porém, tem que chegar um pouco antes porque a fila é bem grande e você corre o risco de sentar em lugar que não seja tão bom para assistir, principalmente se você tiver com crianças pequenas. O show tem duração de 25 minutos.

De lá, fomos direto para o nosso fastpass do Star Tours. Ele é um simulador 3D de uma nave do Star Wars. Achei bem legal e vale a pena ir.

E o nosso ultimo fastpass era do Toy Story Mania. É um brinquedo onde você vai atirando nos alvos e marcando pontos. Cada carrinho tem 4 pessoas e no final, ele mostra quem ganhou mais pontos. É bem divertido! Vale a pena, mesmo que a fila esteja grande!

Minnie-Hollywood-Studios-Disney-Giuli-Castro

Agora era só esperar o horário para assistir o Fantasmic! Aproveitamos e fomos tirar fotos com os personagens. Primeiro com a Minnie e o Mickey e depois com os personagens do Star Wars. Confesso que me decepcionei com o BB8 porque ele é um boneco e não uma pessoa vestida de BB-8 hahahaha e o pior, é meu personagem favorito do Star Wars – acho super fofo- e era a maior fila! hahahahaha

BB8-Hollywood-Studios-Disney-Giuli-Castro

Sério! É muito frustrante ficar na fila para encontrar esse boneco hahahahaha

Chewbacca-Hollywood-Studios-Disney-Giuli-Castro

Neste dia, não jantamos. Antes de entrar para o Fantasmic, eu tomei um sorvete de vanilla {$5.29} no Hollywood Scoops, em frente a entrada o show e é um dos melhores sorvetes de vanilla que eu já tomei na vida. Inclusive, até hoje procuro um parecido aqui no Brasil. Dentro do teatro do Fantasmic, compramos pipoca e refrigerante.

hollywood-studios-disney-giuli-castro

O show de encerramento do Fantasmic é imperdível. É o melhor de todos os parques! Eu não deixo de ir de jeito nenhum, mas não precisa de fastpass. o lugar é grande e mesmo se vc sentar muito atrás, você consegue ver perfeitamente.

Além disso, tem o show Star Wars A Galatic Spetacular que acontece quase que simultaneamente com o Fantasmic. Os horários são muito próximos e é impossível assistir os dois completos no mesmo dia. O que a gente fez, foi voltar um dia a tarde para repetir os brinquedos que a gente mais gostou e assistir o show do Star Wars. Para quem gosta de Star Wars, vale muito a pena.

Mickey-Fantasia-Hollywood-Studios-Disney

Para quem vai com crianças, recomendo muito o roteiro da Andreza do Blog Andreza Dica e Indica. Ela tem roteiros específicos para as atrações para crianças e quais o fastpass devem ser agendados para elas.

Para os pais com crianças pequenas que não podem ir aos brinquedos {todos eles tem uma altura mínima, para cada brinquedo, tem uma altura específica}, tem o child swap. Apenas um dos pais pega a fila, o outro fica em uma sala de espera reservada. Quando um voltar, o outro pode ir sem pegar a fila outra vez. Super facilidade para famílias com crianças.

O estacionamento custa $20 por dia, em qualquer parque da Disney. Lembrando que você se você mudar de parque, é só mostrar o comprovante do primeiro estacionamento que você usou, que não precisa pagar novamente.

Gostaram? Quem já foi ou pretende ir? Espero que ajude vocês a montar o roteiro!

Qualquer dúvida, é só deixar nos comentários, combinado.

Beijos!

Minhas férias na Disney: Animal Kingdom

O Animal Kingdom é o parque mais novo do complexo Disney e o que está mais cobiçado desde julho de 2017. Tudo isso porque  Pandora -Mundo de Avatar foi inaugurado em julho do ano passado e é realmente fantástico.

Disney-Animal-Kingdom-Giuli-Castro

Como já contei aqui, nós mudamos o dia que íamos no Animal Kingdom devido a manutenção em uma montanha-russa no Sea World. Sendo assim, não tínhamos nenhum fastpass marcado e marcamos o que conseguimos no caminho para o parque.

As atrações que conseguimos fastpass foram: Expedition Everest {montanha-russa}, Festival of Lion King {um teatro/musical do Rei Leao} e Kilimanjaro Safaris {onde você faz um passeio para ver os animais}. Marcamos todas estas atrações para o período da tarde, já que o nosso plano era chegar e ir direto para Pandora. E foi o que realmente fizemos.

Disney-Animal-Kingdom-Giuli-Castro

Chegamos no parque por volta das 10h, fizemos as fotos na entrada do parque, compramos uma capa de chuva {porque estava garoando e foi o único dia que eu não levei a capa que eu já tinha – a capa custa $9 cada} e fomos direto para a fila do  Avatar Flight of Passage {que é a atração mais concorrida atualmente neste parque}. Chegamos lá e o indicador estava marcando 180 minutos na fila. Resolvemos que íamos encarar assim mesmo e que depois faríamos o que desse tempo. No fim, ficamos só uns 90 minutos na fila, o que foi excelente! A atração é realmente imperdível, é a melhor do parque. Cada minuto na fila vale muito a pena.

Disney-Animal-Kingdom-Giuli-Castro

Saímos de lá no horário do almoço e já fomos logo procurar um lugar para almoçar. Escolhemos o Pizzafari para nosso almoço. Como o próprio nome fala, é um restaurantes de pizzas. É bem parecida, ou até igual, a que escolhemos comer no Magic Kingdom, mas aqui ela chama pizza mesmo. Eu escolhi a pizza de queijo {$9.99} e o Renato escolheu a de Pepperoni {$10.49}

A tarde, fomos nas atrações que tínhamos fastpass. Primeiro na Expedition Everest e até repetimos pela fila de single rider, que estava vazia. Para quem não sabe, a fila de single rider, você não escolhe com quem você vai. Você é usado para preencher lugares vazios na atração. No nosso caso, a gente foi inclusive em trens separados. Eu fui primeiro e depois foi o Renato. Mas é super rápido e vale a pena se a fila estiver grande e você não tiver fastpass. No horário que a gente foi, a fila era de 1h30min. Então, valeu super a pena. Fomos uma vez juntos com o fastpass e depois separados.

Disney-Animal-Kingdom-Giuli-Castro

Essa foto é de quando fomos juntos

Disney-Animal-Kingdom-Giuli-Castro

Essa de quando eu fui na fila do Single Rider – Separada do Renato

Disney-Animal-Kingdom-Giuli-Castro

E esta de quando o Renato foi separado de mim, no Single Rider

De lá, fomos para atração do Rei Leão. A duração dessa atração é de 30 minutos e você precisa chegar uns 10-15 minutos com antecedência também. Uma dica: leve um casaquinho leve porque o ar condicionado é bem forte. Eu sou apaixonada pelo Rei Leao, já assisti o musical em Londres e claro que fiquei encantada com essa atração. É bem diferente do musical e vale super a pena.

No nosso próximo fastpass era para o Kilimanjaro Safari, mas era só as 18:30. Nesse meio tempo, tiramos várias fotos pelo parque e fomos para a fila da outra atração da Pandora -Mundo de Avatar, a Na’vi River Journey. Ficamos umas 2h na fila e não achamos que valeu a pena. É um barquinho, bem sem graça, pelo mundo de Pandora. É bem feito, é uma atração nova, mas sem muitas emoções. Crianças pequenas vão gostar bastante, mas acho que para adultos, não vale a pena ficar todo esse tempo na fila. Se não tiver fila, vale a pena conhecer sim.

Disney-Animal-Kingdom-Giuli-Castro

Fomos também no Primeval Whirl, que é uma montanha-russa leve, porém que gira. Eu não curti muito. Achei que chacoalha demais.

Fomos no Kilimajaro Safari no horario do nosso fastpass. Ele simula um safari em um jeep. É muito legal, eu já tinha ido das outras vezes que estive na Disney. Mas dessa vez, escolhemos um horário ruim, já estava escuro {era outono} e já quase não dava para ver nada. Minha dica aqui é: marque seu fastpass para o mais cedo possível para esta atração. Não espere escurecer, senão você não vai ver nada!

Disney-Animal-Kingdom-Giuli-Castro

Claro que tive que tomar um sorvete do Mickey, né?!

Além dessas atrações, tem também o Kali River Rapids que eu fui das outras vezes. Dessa vez, não fomos, porque como comentei estava chovendo e também não tínhamos levado roupa para trocar. Dependendo de onde você senta, molha muito. Então, não se esqueça de levar uma troca de roupa. A gente não se importou de não fazer porque estava mais friozinho neste dia e confesso que rolou uma preguiça de ficar molhado {já que não tínhamos levado a troca de roupa porque íamos no Sea World}.

Disney-Animal-Kingdom-Giuli-Castro

Optamos também por não assistir o show de encerramento do parque, mas nos arrependemos depois. Parece ser bem legal e bem bonito. Tudo na Disney é muito bem feito e dificilmente não seria bom. Mas ficou para a próxima vez.

Saímos por volta de umas 19:30-20:00 e jantamos no Rainforest Cafe que tem ali na saída do parque. É uma ótima escolha, mas não deixe para sair junto com todo mundo do parque. Caso isso aconteça, você vai pegar muita fila. Eu escolhi um BBQ Bacon Cheeseburger com batata frita {$18.49}  e o Renato escolheu a Rasta Pasta {$20.99}.

Disney-Animal-Kingdom-Giuli-Castro

Meu Cheeseburger com Fritas – a foto não ta muito boa porque a luz la dentro era bem fraca!

Para quem vai com crianças, recomendo muito o roteiro da Andreza do Blog Andreza Dica e Indica. Ela tem roteiros específicos para as atrações para crianças e quais o fastpass devem ser agendados para elas.

Para os pais com crianças pequenas que não podem ir aos brinquedos {todos eles tem uma altura mínima, para cada brinquedo, tem uma altura específica}, tem o child swap. Apenas um dos pais pega a fila, o outro fica em uma sala de espera reservada. Quando um voltar, o outro pode ir sem pegar a fila outra vez. Super facilidade para famílias com crianças.

O estacionamento custa $20 por dia, em qualquer parque da Disney. Lembrando que você se você mudar de parque, é só mostrar o comprovante do primeiro estacionamento que você usou, que não precisa pagar novamente.

Esse parque é bem diferente dos outros da Disney, mas também por isso, é muito interessante.

Gostaram?! Quem já foi?!

Beijos