Giuli TV: Reprovados – Joguei dinheiro fora! #2

O que a gente mais quer é acertar nas compras e não jogar dinheiro fora, certo?! Mas vez ou outra acontece da gente comprar produtos que não dão certo e ai a gente tenta dar um jeito de usar até o fim ou dar para alguém que vai aproveitar mais.

Algumas coisas que precisam ficar bem claras neste post:

  1. Meu cabelo é liso, fino, com a raiz oleosa e luzes. Ou seja oleoso na raiz e danificado nas pontas.
  2. Minha pele do rosto é normal com tendência a oleosidade na zona T nos dias muito quentes.
  3. Estes produtos não deram certo para mim! Não deram certo com meu tipo de pele e cabelo, mas isso não quer dizer que o produto é ruim ou que não vai dar certo com você. Se você tiver pele e cabelo bem parecidos com o meu, tem grandes chances de não dar certo, mas isso não é regra!
  4. Em sua maioria, as marcas são excelentes e eu já usei ou uso produtos da mesma marca que dão certo para mim. Esse vídeo não quer dizer que as marcas são ruins, muito pelo contrario! Muitas marcas estão inseridas em outros produtos que eu uso no meu dia a dia.

Esponja de silicone | Carimbo de silicone de delineador gatinho | Vinoperfect Radiance Serum – Caudalie | Rapid Clear – Neutrogena | Agua Micelar – Nivea | Desodorante – Simple |Shampoo e Condicionador Controle de Oleosidade – Phytoervas | Linha Match Fonte de Hidratação – O Boticario

Vocês já usaram algum destes produtos? Tiveram um bom resultado?! Conta para gente nos comentários!

Beijos!

Meu Look: Couro, Listras e Tênis

Voltei de férias no fim de semana e já vou começar a atualizar o blog com algumas coisas da viagem. Vou começar com os looks que usei!

Fiz uma mala super versátil, onde as peças combinavam entre si e que eu poderia usar mais de uma vez. Estou traumatizada de carregar muitas malas e malas pesadas. Para essa viagem, fui com uma mala despachada de 23kg, uma mala de mão para itens que não despacho de jeito nenhum {maquiagens, bolsas} e uma troca de roupa, caso minha mala despachada seja extraviada e uma mochila com computador e outras coisas que poderia precisar durante o voo {como casaco, cachecol, necessaire com itens básicos de higiene}.

Para o primeiro dia, escolhi uma saia de couro preta, com meia calça, uma malha listras, um trench coat verde militar e um tênis preto e branco.

Look da Giuli Castro com trench coat verde militar, malha de listras, saia de couro de botões, meia-calça e tenis Look da Giuli Castro com trench coat verde militar, malha de listras, saia de couro de botões, meia-calça e tenis Look da Giuli Castro com trench coat verde militar, malha de listras, saia de couro de botões, meia-calça e tenis Look da Giuli Castro com trench coat verde militar, malha de listras, saia de couro de botões, meia-calça e tenis Look da Giuli Castro com trench coat verde militar, malha de listras, saia de couro de botões, meia-calça e tenis Look da Giuli Castro com trench coat verde militar, malha de listras, saia de couro de botões, meia-calça e tenis

Trench Coat: M. Officer

Malha: Amaro

Saia: Zara

Meia-calça: Lupo

Tênis: Vans

Bolsa: Louis Vuitton

Óculos: Fendi

Escolhi looks sempre sem salto e quase sempre de tênis. Conforto foi a minha primeira opção para essa viagem. Poderia ficar com um look menos estiloso, mas nunca sem conforto. Mas sempre com um olhar apurado, consegui montar looks que me agradaram muito e foram super confortáveis. Para quem acredita que não é possível ter looks estilosos de tênis, acompanhe os posts dos looks dessa viagem para saber como é super possível!

Usei essa bolsa durante toda a viagem. Até levei uma menor para usar em jantares mais formais, mas acabei nem precisando. Essa bolsa é bem prática e versátil. Para quem ainda não viu, eu fiz um vídeo mostrando como ela é por dentro, o que cabe dentro dela, valores e tudo mais.

Vou dar uma dica que deu muito certo para mim nessa viagem: ao invés de levar muitas calças que são pesadas e ocupam espaço na mala, optei por levar saias e usá-las com meia calça. Deu muito certo! São bem mais leves, você pode levar mais variedade e ocupar menos espaço na mala e vende meia calça em todas as farmácias e por um preço bem amigo. Ou seja, se as suas desfiarem, é fácil repor!

Ah, essa saia é a mesma saia de couro preta do 2o post da série Repito roupa, SIM!

Aprovado o primeiro o look da viagem?!

Beijos!

Algumas peças são similares as minhas.

Eu Li: A princesa salva a si mesma neste livro | Amanda Lovelace

A princesa salva a si mesma neste livro de Amanda Lovelace é um livro que eu sempre lia sobre, mas por saber que era um livro de poemas, eu nunca tive muita vontade de ler.

Porém, quando acabei Americanah de Chimamanda Ngozi Adichie, quis ler um livro pequeno e rápido. Pesquisando, eis que caí neste que eu sempre deixava para depois. Eu sabia que ele era rápido, mas não sabia que seria tão rápido como foi.

Mas antes de falar do livro, vamos a sinopse.

Sinopse: Amor e empoderamento em versos que levam os contos de fadas à realidade feminina do século XXI. É um livro sobre resiliência e, sobretudo, sobre a possibilidade de escrevermos nossos próprios finais felizes. Esta é uma obra sobre amor, perda, sofrimento, redenção, empoderamento e inspiração. Dividido em quatro partes (“A princesa”, “A donzela”, “A rainha” e “Você”), o livro combina o imaginário dos contos de fadas à realidade feminina do século XXI com delicadeza, emoção e contundência. Amanda constrói uma narrativa poética de tons íntimos e cotidianos que acolhe o leitor a cada verso, tornando-o cúmplice e participante do que está sendo dito.

Livro A princesa salva a si mesma neste livro de Amanda Lovelace

Bom, pelo que vocês leram da sinopse acima, deu para perceber que apesar de curto, o livro é bem reflexivo, né?! Pois é, mesmo quando eu quero ler algo rápido, acabo caindo em livros mais reflexivos, mas nunca me arrependo.

Eu comecei a ler este livro antes de dormir e peguei no sono. Quando acorde de madrugada, sofro de insônia, vi que já tinha lido 60% do livro. Resolvi que continuaria lendo até para ver se eu conseguia dormir de novo. Só que eu li os 40% restantes super rápido, antes mesmo do sono resolver voltar. Li, literalmente, da noite para o dia. Dormi a noite lendo e acordei de manha, com o livro lido.

Livro A princesa salva a si mesma neste livro de Amanda Lovelace

Achei que é o tipo de livro que a gente tem que ter na nossa mesinha de cabeceira, para sempre poder ler e reler. Mesmo que não leiamos todo ele, mas para lermos sempre algumas passagens ou as passagens que mais nos marcaram.

Ah, e caso você compre o livro físico, prepare um lápis ou uma caneta destaca-texto porque é impossível não grifar as passagens que te marcarem mais. Eu marquei 35 passagens, mas marcaria até o livro inteiro e ai a marcação, talvez perdesse o sentido.

Livro A princesa salva a si mesma neste livro de Amanda Lovelace

Minha passagem favorita! Inclusive, eu quero imprimir e colocar na parede na minha frente, colocar na geladeira, no espelho do banheiro, para ver se eu aprendo a falar não quando quero.

Tem passagens que martelam até agora na minha cabeça e tenho certeza que ainda vão martelar por muito tempo. É um livro que se lê rápido, mas que você vai lembrar dele para o resto da sua vida.

Recomendo para todas as pessoas! Ele fala sobre autoestima, amor em todas as formas, relacionamentos abusivos e outros assuntos que precisamos refletir e muitas vezes melhorar. Ele vai te fazer refletir sobre seu autoconhecimento e seu amor próprio.

Alguém já leu?! O que achou?

Para quem não sabe, eu tenho uma conta do Good Reads e no Skoob. Quem quiser saber os livros que já li ou estou lendo e quiser interagir comigo, é só me adicionar por lá {clicando nos nomes dos sites aqui em cima, vocês já serão redirecionados para o perfil}.

Sempre me perguntam se eu gosto do Kindle e porque eu resolvi comprar. Eu fiz um vídeo bem completo, contando quais são as vantagens e desvantagens dele, na minha opinião. Vocês já viram?

Beijos!

 

Se cadastrem no Méliuz! Além de cupons desconto, você recebe parte do seu dinheiro de volta. Tem muita loja legal cadastrada! Vale a pena!