Minha Lua-de-Mel: Miami {Parte 3}

Na nossa ultima parte da lua-de-mel fomos para Miami. Passamos 4 dias e meio por lá e como o dólar não está bom para compras, aproveitamos para conhecer restaurantes diferentes e também ir nos nossos favoritos.

IMG_0021

O hotel que escolhemos foi o Fontainebleau, que fica na Collins Av. em Miami Beach. Ele é um hotel gigantesco, mas bastante organizado. Dentro tem tudo que podemos imaginar: piscinas, serviço de praia, SPA, 4 restaurantes excelentes e famosos, lojas de roupas, joias, uma bar super badalado e um das melhores baladas de  famosas de Miami.

IMG_1821

O quarto que escolhemos ficava na Torre Sorrento {tem várias no hotel} de frente para as piscinas e para a praia do hotel. Ele tinha uma tamanho excelente, além do que já estamos acostumadas a ver em um quarto de hotel como TV, microondas, frigobar, ele tinha um computador MAC com uma tela bem grande. Como blogueira, achei um máximo, apesar de não ter usado para fazer posts, só para fazer reservas nos restaurantes que fomos.

Fontainebleau_Giuli-Castro_01

No primeiro dia, chegamos depois do almoço em Miami e aproveitamos para ir ao Aventura Mall {na minha opinião é um dos melhores shoppings} para fazer as nossas poucas compras programadas.  Eu gosto bastante desse shopping porque ele tem desde as lojas de departamento até as lojas de luxo. Dá para fazer quase todas as compras só ali. Além das compras, o meu maior interesse era ir comer minha sobremesa favorita: Cheesecake de Godiva na Cheesecake Factory. Juro, é o melhor cheesecake que já comi!!

IMG_1822

No segundo dia, fomos tomar café na Zak the Baker, perto da Wynnood Walls. Esse lugar foi indicado pela Dali, minha amiga. Imaginem um lugar cheio, com fila. Então, era esse o lugar. Mas posso dizer? Valeu muito a pena. é tudo muito gostoso. Como é uma padaria judaica, a comida é kosher e não tem carne. Mas não fez falta alguma. Você pode sentar no balcão {onde sentamos} ou nas mesas. Como estava cheio e estávamos em só 2 pessoas, optamos pelo balcão. Sentar lá foi um experiência bem legal. Você assiste toda a produção. Desde os padeiros fazendo a massa dos pães até a finalização dos lanches  e pratos e a entrega para os clientes. Tudo super organizado, cada um com a sua função.

IMG_4558

Quando saímos de lá estava chovendo e não conseguimos conhecer a Wynnood Walls {depois tentamos mais um outro dia, mas estava fechado para manutenção. Humpf! Não era para conhecer mesmo}. Aproveitamos para conhecer a Ocean Drive {na verdade, eu já conhecia e nem gosto muito, mas como o Renato não conhecia, achei que devíamos passar pelo menos de carro para ele conhecer}. Demos uma volta de carro, mas nem descemos. Resolvemos então, almoçar no Shake Shack. É uma hamburgueria bem famosa por lá. Eu amei! Se me deixassem, acho que eu iria almoçar e jantar todos os dias lá. O hamburguer é maravilhoso e a batatinha frita perfeita. Ele fica perto da Lincoln Road.

IMG_0010

A noite, jantamos em um dos restaurantes do hotel, no Scarpetta. É um restaurante de culinária italiana muito gostoso. Acho que foi um dos meus preferidos. Escolhi um espaguete pomodoro e estava uma delicia. Estava tão cansada que acabei não tirando foto do meu prato, mas consegui uma no site do hotel para mostrar para vocês.

Scarpetta_Fontainebleau_Miami_Giuli-Castro

No terceiro dia, era feriado de Thanksgiving, o mais importante nos Estados Unidos. mais importante inclusive que o Natal. Já estava sem esperanças, achando que nada fosse abrir, mas para a minha surpresa consegui uma reserva no Cipriani para o almoço.

IMG_0054

O Cipriani fica em Miami, no centro. Deve dar uns 20-30 minutos de Miami Beach. Começamos pelo drink indicado pela Carina, minha amiga, que foi o Bellini. Adoramos!!

IMG_0040

É um restaurante super conhecido em Miami e a culinária é italiana. Eu escolhi um Nhoque Pomodoro e o Renato, fugiu do tema, e escolheu um frango. Os pratos estavam bem gostosos.

IMG_0047 IMG_0043

De sobremesa, Renato escolheu uma torta de limão. eu não comi sobremesa, porque meu prato era muito grande.

IMG_0050

A vista do restaurante é linda! De frente para Biscayne Bay. Aproveitamos para dar uma volta a pé por ali. Como era feriado, estava tudo muito calmo.

IMG_0059

A tarde não fizemos muita coisa porque o comércio todo fecha. Algumas lojas e shoppings reabrem as 20:00 já com as promoções de Black Friday e outras só abrem na sexta mesmo. Mas nós já tínhamos feito nossas compras. Não esperamos o Black Friday porque muita coisa já entra em promoção durante a semana e como estávamos de lua-de-mel não queríamos passar parte dela em filas gigantescas dentro de shoppings.

A noite, jantamos em outro restaurante do hotel, no StripSteak by Michael Mina. Todos os restaurantes do hotel precisam de reserva. As vezes, consegue fazer reserva uma hora antes, as vezes não.

IMG_0096

Eu e Renato adoramos restaurantes de carnes e este foi super aprovado. Escolhemos uma carne com fritas.

IMG_0098

No quarto dia, era o tão famoso Black Friday e nós só pensávamos em fugir da multidão. Porém, escolhemos almoçar no Juvia que fica na esquina com a Lincoln Road. Para quem não sabe, a Lincoln Road é uma avenida que virou um calçadão {em grande parte dela não passa carro} e tem muitas lojas. Imaginávamos que estaria insuportável, mas nos enganamos. Depois do almoço, ainda andamos por lá.

IMG_0101

Voltando ao almoço, o Juvia é um restaurante de culinária Peruana, Francesa e Japonesa. Eu escolhi um entrecote com fritas e também era muito gostoso.

IMG_0103

O restaurante fica no alto de um prédio na esquina com a Lincoln Road. A vista é maravilhosa. Pena que estava ventando muito e as fotos não ficaram tão boas assim… Reparem nos meus cabelos!!! hahahaha

IMG_0109

A noite, fui encontrar a Dali, uma super amiga minha que mora lá. Ela escolheu um restaurante muito legal que fica em Key Bisayne, o Rusty Pelican. Gente, que vista maravilhosa desse restaurante!!! Fiquei encantada! Da para ver todo o highline de Miami. Eu fui a noite e me apaixonei. Já fiquei imaginando de dia, como deve ser incrível. A culinária deste restaurante é peixe e frutos do mar, mas também tem carnes bem gostosas. O Renato já conhecia, eu ainda não e me apaixonei.

IMG_1831

E no sábado, para nos despedir, aproveitamos o hotel. Ficamos na piscina. todos os dias fez bastante  sol, mas ventos de 50km/h. Era impossível conseguir ficar na piscina, ficar de cabelo preso e acabava amenizando a teemperatura. em geral fazi uns 28oC – 29oC, mas a sensação era de muito menos. Eu andava sempre com meu casaquinho por lá. Fomos almoçar de novo no Shake Shack  e a noite embarcamos de volta para o Brasil.

Quando voltei, me perguntaram o que ainda vale a pena comprar por lá, já que o dólar está R$4,00. Então, realmente poucas coisas valem a pena comprar por lá. Antes mesmo de ir, pesquisei algumas coisas e até comprei uma bolsa aqui no Brasil porque saiu bem mais barato.

  • Alguns eletrônicos como video game, iPhone ainda valem a pena comprar por lá. Não é barato, mas eletrônicos nunca são né?!
  • Comprei umas 4 ou 5 calças jeans na American Eagle, cada uma saiu por aproximadamente U$25,00. Elas vestem super bem e duram bastante {tenho uma que comprei em 2014, uso muito e ainda está novinha}. Achei que valeu super a pena.
  • Comprei algumas coisas na Sephora e na Farmácia que não tem aqui no Brasil.
  • Comprei uma bolsa na Longchamp que estava com um preço bom, mas não era muito mais barato que o Brasil. Sim, economizei um pouco, mas porque já estava la.
  • Comprei 2 óculos de sol. Um que eu já estava querendo há bastante tempo {mas o preço era bem parecido com o do Brasil} e outro porque estava com 30% de desconto por causa da Black Friday.

Coisas que já tem aqui {que não são eletrônicos} realmente não está valendo a pena. Mas acredito que logo mais os preços no Brasil serão remarcados e ai talvez volte a compensar por lá. De qualquer forma, as coisas estão bem caras. Não está  valendo viajar só para isso, mas ainda dá para aproveitar algumas promoções por lá.

Ufa!!! Acho que consegui contar tudo da minha lua de mel!!!

Gostaram? Se tiverem mais alguma pergunta, é só deixar no comentários, ta?!

Beijos

Do Momento: Corretivo Yellow – Mary Kay

Quando fiz um post sobre um corretivo da NARS que uso e amo, contei que usava um corretivo amarelo por baixo e muita gente me pediu para contar mais sobre ele.

Conheci o famoso corretivo amarelo em um curso de automaquiagem que fiz há uns 5 anos. Na época, comprei um que vendia no próprio curso, era em bastão e durou uma vida! Quando acabou {ano passado}, precisei comprar outro e escolhi o Corretivo Yellow da Mary Kay.

IMG_9336

Diferente do primeiro que tive, esse da Mary Kay é líquido. Entre os dois, eu achei o liquido bem mais fácil de usar, principalmente para quem aplica com os dedos. A vantagem do primeiro, era que não tinha desperdício de produto. Este por ser em bisnaga, se você apertar e sair muito produto, não tem como guardar de volta.

IMG_9337

Ele é bem pigmentado, ou seja, fica bem amarelo. Uma gotinha dessa de cima, eu consigo aplicar nas minhas olheiras dos dois olhos. Eu gosto de aplicar corretivo com os dedos. Coloco um pouquinho no dedo e vou dando batidinhas. Nunca esfrego! Se esfregar ficamos carregando de um lado para o ou seja, acaba não depositando e não cobrindo as nossas olheiras/manchas. Essa dica serve para qualquer corretivo, não só para o amarelo.

Como ele é bastante pigmentado, a minha rotina de make é a seguinte: primeiro, aplico o primer; depois aplico o corretivo amarelo; depois a base ou o bb cream e só por ultimo aplico o corretivo da cor da minha pele. É importante aplicar o corretivo da cor da pele por cima, senão fica um pouco amarelado em volta dos olhos.

IMG_9339

O corretivo amarelo é usado para manchas e olheiras roxas/arroxeadas.  Eu não consigo mais viver sem. uso tanto para festas como para o dia a dia.

Dica: Para não acumular nas minhas marquinhas, eu vou dando varias batidinhas até ele aderir bem na pele. eu não uso pó par selar porque acho que ele acentua ainda mais as minhas marquinhas. Mas para quem não tem marquinhas de expressão ainda, pode ser uma boa para não acumular e selaar bem.

Como comprei ano passado, não lembro exatamente quanto paguei. Mas olhei no site da MaryKay e está R$39,00. Acho um ótimo investimento.

E vocês ja usaram esse corretivo?

Beijos

Testei: Eucerin Hyaluron Filler

Como já contei para vocês que em 2014, comecei a cuidar intensamente da minha pele. Vou na dermatologista a cada 6 meses para reavaliar minha pele e meu tratamento.

Ano passado, em uma das consultas, minha dermatologista prescreveu Eucerin Hyaluron Filler, para usar de manhã e a noite. Usei até acabar e vou contar tudo que achei para vocês.

IMG_1638

Ele é indicado para quem já tem linhas finas de expressões. Ele tem acido hialurônico que preenche as linhas e rugas. No meu caso, eu tenho algumas linhas bem finas na testa e já no começo percebi que ele mascarava essas linhas,  era como se fosse um filtro opaco que escondia as linhas.

A embalagem é “pump”, então é bem fácil de dosar a quantidade que você quer. Porém, se sair mais do que você deseja não dá para devolver. Mas logo no começo, já percebi o quanto saia e o quanto precisava e não desperdicei produto.

IMG_1640

O creme é bem branquinho e bem leve, parece mais até uma loção {eu bem esperta, fiz a resenha depois que acabou e não consegui uma amostra para colocar aqui}. Espalha bem mais fácil e é absorvido rapidamente pela pele. Não fica nada melado.

A quantidade usada é bem pouca e rende bastante. Usei por uns 6 meses, passando todos os dias de manhã e a noite.

Eu gostei bastante do resultado, ele mascara bastante as linhas com o preenchimento com ácido hialurônico. Claro que não é igual a fazer um procedimento invasivo, como injetar o próprio ácido hialurônico na pele, mas o resultado e muito positivo. E ao mesmo tempo ele hidrata também a pele, ajudando a revenir novas linhas e rugas.

Super aprovado. Pode ser encontrado nas farmácias.

Alguém já usou? O que achou?

Beijos